O coração tem cérebro?

Reading time: 3 minutes

Já se perguntou o porquê do coração ser considerado a fonte de todas as emoções humanas? O bom (amor, sabedoria, gratidão) e o mau (medo, raiva, ciúme)? Ao longo dos tempos acreditamos que esses sentimentos vêm mais do coração do que do cérebro.

Mas, porque pensamos assim?

A resposta possivelmente reside no fato do coração irradiar mais energia eletromagnética do que qualquer outra parte do corpo. Na verdade, o coração é como o sol do corpo que pode irradiar energia até 3 metros para fora do corpo. Quem nunca sentiu o brilho ou a melancolia de uma pessoa no momento em que ela entra na sala? As pistas físicas são óbvias, uma pessoa feliz geralmente move-se mais rápido e com uma postura vertical, enquanto uma pessoa deprimida, muitas vezes, baixa a cabeça.

O Instituto de HeartMath tem feito extensas pesquisas sobre o relacionamento do coração com as emoções e especialmente os efeitos negativos que o stress tem sobre o coração. Através desses estudos, eles descobriram que o coração e o cérebro estão em constante comunicação um com o outro. O coração é mais do que apenas uma bomba, ele tem 40.000 neurónios próprios com os quais é capaz de enviar mensagens. Os neurónios do coração permitem alguma liberdade para uma ação independente. Isso pode explicar o porquê de uma pessoa com o “cérebro morto”, continuar com o coração a bater. O coração tem a capacidade de se lembrar e aprender com as suas experiências.

Então sim, o coração tem cérebro, mas esse fato não responde totalmente à questão do porquê de atribuirmos sentimentos ao coração. Outra parte da resposta reside no fato de que as nossas emoções afetam fortemente a saúde do coração. Os estudos da HeartMath demonstraram que as emoções stressantes aumentam significativamente o risco de uma pessoa desenvolver doenças cardíacas.

Quando uma pessoa expressa frustração ou raiva, o corpo produz uma hormona que constringe os vasos sanguíneos, fatiga o sistema imunológico e faz com que a pressão arterial do corpo suba. Se uma pessoa faz isso muitas vezes, o coração vai enfraquecer sob a tensão e isso pode levar a danos no órgão.

O propósito físico do coração não é ser um indicador de stress, mas sim realizar o trabalho de fornecer aos vários sistemas do corpo nutrientes e oxigénio. Então medite, ria com os amigos, aproveite as atividades de alívio do stress. Isso vai ajudar.

O trabalho e as necessidades do coração
O bombeamento do sangue para todo o corpo é, naturalmente, a principal função do coração. Este tem dois ventrículos, que bombeiam o sangue para fora do coração e o levam para todo o corpo; e dois átrios, que recebem o sangue que retorna ao coração. Há uma série de problemas que se podem desenvolver no coração, desde Doença Cardíaca Coronária até Insuficiência Cardíaca Congestiva. Há quatro etapas principais que devem adotar para ajudar o coração a permanecer saudável:

• Manter o seu Índice de Massa Corporal (IMC) abaixo de 25
• Comer entre cinco a sete frutas ou vegetais por dia
• Fazer exercício de duas a três horas por semana
• Parar de ingerir venenos para o seu corpo (cigarros, fast food, Etc)

Então, da próxima vez que ouvir essa pequena voz que vem de dentro dizer algo como: “Não pode comer essas batatas fritas”, ou “Levante-se e mova-se”, pense sobre o fato desta pequena voz não estar a vir do seu cérebro e sim do seu coração. Ajude-o escutando-o.

Fontes:

Home

Does the Heart Have a Brain?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *